sexta-feira, 10 de março de 2017

apocalipse now de tiago days

,fui preso por guardas municipais
recém formados em adm
doidos para transar com cocotas
do insta
me obrigaram a assinar um termo
de compromisso
dizendo
que meu pau te ama
e ele realmete
te ama
meu bem

fizeram boletim b o
textão no face
me mandaram pra polícia federal
o japonês da federal me atendeu
era o próprio pai de nunah
de óculos escuros
praticando sua arte de meditação zazen
num tatâme
comendo donnuts
ouvindo enya
me deu um tapão
recitou frases do tropa de elite
porra 02! ele disse
me mandou pro stf

no stf um monte de homens de capinha
parecendo o batman
me olharam dos pés à cabeça
com desdém
proferiram termos jurídicos
uma linguagem que eu não domino
pois só sei falara frases
terminadas com "pae"
me perguntaram algo obtuso
que não compeendi
mas respondi que sim
eles perguntaram
tem certeza?
eu disse
não

fui pra sala do michel temer
ele pegou um livro de sua estante
e a estante se moveu
mostrando uma passagem para a sala
secreta
onde são tomadas as mais importantes
decisões
relacionadas ao design
e identidade visual do brasil
michelzinho estava lá
planejando uma nova bandeira do brasil
que será feita pelas mãos de romero britto
eu gritei nããão
e michelzinho disse
que mané não o que cala a boca viado
eu disse foi mal
e ele me perguntou sobre meu envolvimento
com um rapaz
de nome thiago days
eu respondo ríspido
aonde vc quer chegar michelzinho boneco chucky?
ele responde
amigo querido
thiaguêra de vix
já trabalhou para nós
mas se perdeu no caminho
ele não responde mais nossas cartas
e acreditamos que ele está fazendo uma nova república
com jovens vietcongues do stone pub
subvertendo a lógica da pátria mãe
estamos vivendo um novo apocalypse now
mas ao invés do coppola cheirado de pó pelado na selva
o diretor dessa brincadeira sou eu little michael
eu fiquei estupefato e disse
hã, eaí?
no que ele respondeu
precisamos que você se infiltre
nas festas fire
consuma as drogas fornecidas
por traficantes de jardim camburi
que escutam trance na ilha do boi
que faça esses jovens pederastas
terem total confiança em você
e então
quando já estiver no meio deles
você mata thiaguin day by day
topa?
eu estonteado já tinindo trincando mordeno os lábios
digo
caraaaaai michelzinhoooow mermão que doidera
to com medo cara
e ele:
amigo cuidado mandamos um outro cara
nessa mesma missão
mas ao que tudo indica
ele se tornou um jovem junkie também
muito cuidado
eu respiro fundo e aceito a empreitada

é meia noite
chego numa festa de apartamento da praia do canto
jovens andróginas consumindo
comprimidos roubados da farmácia drogasil
me recebem com os peitos de fora
escrito fora temer
o ambiente é agressivo
uma decoração que inclui teias de aranha
e poster da novela rebelde
jovens jogados no banheiro
com tatuagens de mau gosto
yuri barichvich me vê
vem em minha direção
falando rapidamente sílabas escrotas
raciocínios mal formulados
ele está chapado como um touro
tira uma foto minha
e me mostra o visor lcd de sua nikon
vejo que fiquei parecendo uma praia
amarelada
pergunto a ele
coé fi kd thiaguera?
ele diz que tiago abriu seu chakra
pingou colírio no terceiro olho
que é um deus na terra
merece respeito e amor
eu falo
boto fé mas kd thiago porra
ele fala
está em maruípe amigo não está sabendo?
não - respondo com minha voz gélida de puberdade
onde posso encontrá-lo?
no quartel
eu: que?
barickvick: é isso mermo no quartel vai lá aluuuu akakakak uuuuaaa
aí ele ficou doido de vez assim como muitos do local

são duas da tarde
o suor pinga de minhas costas
adentrando a região das nádegas e ânus
causando um desconforto latente
ando em passos curtos
silencioso
num ritual extremo
vejo vários adolescentes
com máscara do v de vingança
matando um jegue em praça pública
cortam sua cabeça com uma faca de pão
acho aquilo muito bizarro
um frio sobe pela minha espinha
entro no quartel
policiais dançando numa foguerinha vibe
músicas da era de aquarius
mantras da jovem pan
hinos da rihanna século 21
não entendo nada
chego a antiga sala da diretoria
bato na porta
uma voz me manda entrar
lá dentro está o capitão thiago diaz
me olhando pacientemente
me conta sua história
de como saiu de uma vida comportada
em condomínios residenciais da serra
para viver a própria sodoma e gomorra
e atingir a iluminação de tim maia
através da ingestão de drogas
música pop
e esfregação genital em lugares públicos
ele era o grande cabeça
por trás da greve da pm
e as mulheres na frente do quartel
na verdade
eram djs do antimofo
ensandecidas
percebo que ele está formando um novo país dentro do país
um espaço de qualidade de vida
e bem estar
eu me encanto pelas suas palavras
pelo seu jeito de ser
quase me deixo seduzir
e entrar também naquele estilo de vida
avançado
regado a prazeres da carne
mas me lembro de michelzinho
depositando sua confiança em mim
e da nação brasileira
golpista
corrupta em todas as escalas
mandando positive vibrations do natiruts
como se fosse
uma verdadeira genki dama
m recomponho
dou um sorriso amarelo
tiago se vira
pego o punhal na minha cintura
sinto a lâmina fria tocar meus dedos
e uma vontade de cagar acomente meus intestinos
eu: tiago onde tem banheiro aqui?
titi: no corredor segunda à direita, gostosão
resolvo a questão
e volto
tiago está lá
me olha
hoje quando lembro desse momento
é como se ele soubesse que a morte se aproximava
ele chega perto de mim
fala: bora tomar um md?
e eu: PAFT
enfio o metal frio
forjado por anões
da terra média
em sua barriga magra
o sangue jorra
ele arregala os olhos
dou um beijo em seu rosto
saio correndo

ninguém nunca soube disso
não há porque contar

agora
sempre
que olho um ventilador
me lembro do som do coito anal
praticado
de forma apaixonada
por aqueles jovens
alunos
do colégio up
e um tesão furioso
domina
minhas partes íntimas,

Nenhum comentário:

Postar um comentário